terça-feira, 12 de maio de 2009

Audrey Hepburn.








Dicas de beleza essa Musa, a Diva da elegância











Para ter lábios atraentes, diga palavras doces.
Para ter olhos belos, procure ver o lado bom das pessoas.
Para ter um corpo esguio, divida sua comida com os famintos.
Para ter cabelos bonitos, deixe uma criança passar seus dedos por eles pelo menos uma vez por dia.
Para ter boa postura, caminhe com a certeza de que nunca andará sozinho.
Pessoas, muito mais que coisas, devem ser restauradas, revividas, resgatadas e redimidas; jamais jogue alguém fora.
Lembre-se que, se alguma vez precisar de uma mão amiga, você a encontrará no final do seu braço. Ao ficamos mais velhos, descobrimos porque temos duas mãos, uma para ajudar a nós mesmos, a outra para ajudar o próximo.
A beleza de uma mulher não está nas roupas que ela veste, nem no corpo que ela carrega, ou na forma como penteia o cabelo. A beleza de uma mulher deve ser vista nos seus olhos, porque esta é a porta para seu coração, o lugar onde o amor reside.
A beleza de uma mulher não está na expressão facial, mas a verdadeira beleza de uma mulher está refletida em sua alma. Está no carinho que ela amorosamente dá, na paixão que ela demonstra.
A beleza de uma mulher cresce com o passar do anos.
Audrey Ela sempre será lembrada pelo filme Bonequinha de luxo (Breakfast at Tiffany's, 1961) como Holly Golightly, uma prostituta de luxo que sonhava em se casar com um milionário, papel totalmente oposto ao com que ela foi premiada com o Oscar de 1954, em que vivia Ann, uma princesa que fugindo de seus deveres reais, se apaixona por um jornalista interpretado por Gregory Peck, em A princesa e o plebeu (Roman Holiday, 1953).
Hepburn casou-se duas vezes,.
Depois do nascimento dos filhos, ela abandonou a carreira no cinema. Ao final de sua vida, nomeada embaixadora da UNICEF, trabalhou incansavelmente como voluntária para causas infantis. Hepburn falava francês, italiano, inglês, holandês e espanhol. Havia dúvidas se ela falava espanhol ou não, mas recém descobertas imagens da UNICEF mostram-na falando a língua fluentemente no México. No filme Bonequinha de Luxo, ela é mostrada tentando aprender português, e reclama do grande número de verbos irregulares. Ela diz: "A very complicated language, four thousand of irregular verbs", depois disso, tenta dizer "Eu acho que você está gostando do açougueiro"
Além de um rosto bonito, Audrey era uma mulher humilde, gentil e charmosa, que preferia cuidar dos outros a seu redor do que de si mesma.
É considerada a eterna "bonequinha de luxo". Faleceu aos 63 anos, de câncer no útero.
A Paramond lançou em DVD Coleção AUDREY HEPBURN
Bonequinha de luxo
A princesa e o Plebeu
Guerra e Paz
Cinderela em Paris
Sabrina
Vale a pena conferir, eu já corri lá e adquiri a minha.
Beijos tenha uma semana cheia de boas energias.

4 comentários:

Ozenilda Amorim disse...

Eu gosto dela, acho-a lindas e sensual, e ela tem curvas, nenhuma semelhança com as esqueléticas de hoje.
;)

gamela presentes disse...

Adorei a dica.
Também sou fã.
Beijocas.
Fátima.

Chris disse...

Esse texto e maravilho e bem verdade, porque se seguissimos realmente isso seriamos pessoas mais belas com certeza!
E a Audrey e mesmo exemplo!

bjus

Regiane disse...

Oie!
Que post inspirador....Adoro a Audrey!
Bjs
Regiane